domingo, 5 de abril de 2015

video


PROJETO DANÇANDO PELO MUNDO APRESENTA

SEGUINDO SEUS PASSOS
Uma Homenagem a meu falecido Pai
Um dia pedi ajuda a meu pai, ele colocou sua capa vestiu seu uniforme me levou até a porta e me falou, estarei sempre ao seu lado para lhe confortar e te dar conselhos, então ele abriu a porta e falou , antes de pedir ajuda tente resolver seus problemas sozinho, pois ainda vai sofrer muitos ataques das pessoas mesquinhas , muitas pessoas vão ser covardes, e o mundo lá fora vai te bater com muita força e te jogar varias vezes no chão, você vai pensar varias vezes em desistir de tudo mas você vai ter que se levantar, mas caso não consiga farei o possível e o impossível para te erguer, mas primeiro tente, pois um dia posso não estar mais aqui para lhe ajudar, acredite que você é capaz de ganhar o mundo , só basta você querer.
Marcelo Estrella
NOTA DO AUTOR
O vídeo desempenha um papel Motivador nas relações paternas e vem a ser uma homenagem a meu pai falecido que passou por esses países , e uma esperança que ele pode estar me assistindo de algum lugar.
Locais: (FRANÇA, ITÁLIA E PORTUGAL)
coreógrafo: Marcelo Estrella
Musica: Stromae - Papaoutai
TRADUÇÃO
Papai, onde está você?
Diga-me de onde ele vem
E então eu saberei para onde estou indo
Mamãe diz que se você procura bem
Sempre acabará encontrando
Ela diz que ele nunca está muito longe
Que ele vai ao trabalho muitas vezes
Mamãe diz que trabalhar é bom
Bem melhor que estar em má companhia
Não é?
Onde está o seu papai?
Diga-me, onde está o seu papai?
Sem mesmo ter de falar com ele
Ele sabe aquilo que não é bom
Ah, bendito pai!
Diga-me onde você tem se escondido!
Devem ter sido pelo menos mil vezes que eu
Contei meus dedos
Onde está você? Papai, onde está você?
Onde está você? Papai, onde está você?
Onde está você? Papai, onde está você?
Onde está você, onde está você?
Onde, papai, onde está você?
Onde está você? Papai, onde está você?
Onde está você? Papai, onde está você?
Onde está você? Papai, onde está você?
Onde está você, onde está você?
Onde, papai, onde está você?
Se nós acreditamos nisto ou não
Haverá um dia em que não mais acreditaremos
Mais cedo ou mais tarde seremos todos pais
E de um dia para o outro, teremos desaparecido
Seremos detestáveis?
Seremos admiráveis?
Genitores ou gênios?
Digam-nos quem dá à luz os irresponsáveis?
Ah, digam-nos quem
Todo mundo sabe come fazer bebês
Mas ninguém sabe como fazer pais
Senhor, "eu sei tudo", deve tê-lo herdado, é isso
Isso vem ao chuparmos o dedo ou o quê?
Digam-nos onde está escondido
Devem ter sido ao menos mil vezes que
Comemos nossos dedos

Nenhum comentário:

Postar um comentário